Para que Natal?

POR: Fernando Pinheiro || Palavras Reflexão

NatalAssunto clichê? Pode ser! Talvez um tabu para alguns, sim, “essa data é pagã!” Ou melhor, “Jesus não nasceu nesse dia!” Frases de alguns radicais.

Vivemos em um mundo secularizado e muitos, apesar de abominar esse dia, desfrutam de seus benefícios comerciais, promoções, degustações e até mesmo recessos e folgas trabalhistas!  Irônico, não?!

Eu não estou preocupado se o Natal (festa que comemora o nascimento de Jesus há muito e muito tempo atrás…), foi inserida em lugar de uma festa pagã (pelo sol ou pela lua, tanto faz!), e nem mesmo se não é essa data (nem de perto) que o rebento de Deus veio a essa terra…

Há controvérsias, de fato, mas não estou “nem aí para a paçoca”!

ESSE É UM DIA QUE FAZ LEMBRAR… SIM, ESTÁ NA MEMÓRIA DO MUNDO, QUE ALGUÉM CONHECIDO COMO FILHO DE DEUS VEIO ATÉ NÓS!

Não importa se quem idealizou assim o fez para fins capitalistas. Não importa se quiseram substituir uma festa por outra como estratégia religiosa… O que me vale é que esse dia pode ser tão especial que todo ser humano pare para pensar! Nem que seja para duvidar, ao menos passará em sua mente algo a respeito do Ser Bendito.

É uma abertura, não vamos deixar o velhinho barrigudo, de trenó, com a rena do nariz vermelho, assumir o papel desse momento. Podemos oportunizar e, por fim, deixar claro às pessoas que nos rodeiam por causa de tal data, que nós pensamos no Filho de Deus não somente nesse dia, mas que podemos ter um relacionamento com Ele diário, e como é bom que estejam comemorando tal data por causa Dele!

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” (Isaías 9:6)

O apóstolo diz nas Escrituras que devemos falar do Evangelho em “tempo e em fora de tempo”. Talvez este seja o tempo…

 

“Feliz Natal”!


Nascido em Suzano/SP. Casado, pai de duas princesas. Formado em Letras, Teologia e Pós-graduando em Docência e Gestão do Ensino Superior. Já liderou alguns ministérios na igreja local: Jovens, música, departamento de ensino e missões (inclusive algumas aventuras missionárias entre índios no Mato Grosso). Atualmente é diretor da plataforma de música na Companhia Arte & Mensagem e, esporadicamente, ministra palestras a quem quer que "se arrisque" chamá-lo. Não, ele não sabe assoviar e chupar cana ao mesmo tempo, embora tenha tentado (se é o que pensou!). É "aparentemente" normal, fã de videogames, super-heróis, rock, hq's, filmes e séries, desde ficção científica a romances e dramas que nunca o fazem chorar (pouco).

Cadastre-se

Curta nossa página


Topo